REVEILLON 2013 – CÃES E O FOGO-DE-ARTIFÍCIO

REVEILLON 2013 - CÃES E O FOGO-DE-ARTIFÍCIO

O barulho estrondoso do fogo de artifício deixa muitos cães nervosos, com medo ou assustados. Quando se aproxima o Ano Novo ou alguma festa popular, a preocupação dos donos de cães é quase sempre como fazer com que cão não se descontrole nestas alturas.

Os cães que não estão habituados ao barulho ou sons intensos geralmente reagem mal ao fogo-de-artifício. Alguns cães mostram-se incomodados, mas outros podem mesmo desenvolver fobias e entrar em pânico. Por serem pontuais, geralmente não são causa de grande preocupação para os donos, mas o perigo de o cão fugir ou magoar-se a ele próprio é real. Não são, infelizmente, assim tão raros os relatos de cães que entraram em pânico e se atiraram de janelas, partiram portas de vidros, tiveram ataques cardíacos, etc.

Sinais de medo

Não é difícil reconhecer quando um cão sofre com os sons intensos. Para isso basta observar como o cão muda radicalmente a sua atitude e comportamento. Alguns sinais de ansiedade causados pelo fogo-de-artifício e outros sons intensos:

• Tremores
• Hiperactividade
• Roer ou atacar objectos
• Esconder-se
• Arfar
• Procurar atenção
• (Tentar) Fugir
• “Chorar”
• Ladrar

Como agir

O primeiro instinto dos donos é acalmar o cão, fazendo carícias e falando com voz terna. Mas os cães não pensam da mesma maneira que os humanos e ao reagir desta forma, os donos estão a incentivar o medo, como que a dizer: “tens razão em estar a agir desta forma”. Perante isto, os cães vão reforçar o comportamento, ou seja, vão-se mostrar mais medrosos e ansiosos sempre que ouvem barulhos intensos.

Por mais difícil que seja, os donos devem ignorar qualquer sinal de medo e recompensar o cão sempre que este se mostre calmo. Só inspirando confiança no cão, é que ele perde progressivamente o medo. Ou seja, se o cão começar a tremer, o dono não deve afagá-lo, se o cão se esconder, o dono não deve falar de forma terna, use antes o seu tom normal para chamar o cão, cada passo que ele der em frente, recompense-o com elogios. Não deve também castigar o cão por mostrar medo. Leve o cão à cama dele para que aí se sinta em segurança. Se o cão não relaxar, tente brincar com ele.

A boa notícia para os donos é que os foguetes são fáceis de prever. Durante épocas de festa e no ano novo, tente minorar a acção do fogo-de-artifício no seu cão. Ter um cão implica sacrifício e o mais aconselhável é estar com o cão nestas alturas. Os cães descontrolados e em pânico podem destruir a casa, atacando tapetes, atirando-se contra as portas, derrubar mesas, etc. É da responsabilidade do dono certificar-se que o cão se encontra em segurança. Para além disso, a atitude calma e confiante do dono é vital para o cão nestas alturas.

Algumas medidas:

• Fique na mesma divisão que o cão, não o deixe sozinho
• Certifique-se que o cão não tem como fugir do local onde se encontra
• Feche as persianas e as cortinas para isolar o som e a luz
• Ligue a televisão ou o rádio ou ponha um CD/DVD a tocar
• Prepare um abrigo dentro de casa, uma espécie de toca, longe da janela, onde o cão se possa “abrigar”. Pode ser uma mesa coberta com uma toalha. Leve o cão até lá e dê-lhe um dos brinquedos para se distrair
• Se a cama ou local de descanso do cão está junto da janela, coloque-a atrás de um sofá ou numa parte mais isolada da casa.
• Se conhecer um cão sociável que não tenha medo de sons intensos, traga-o para junto do seu, para lhe dar confiança
• Compre/Faça um novo brinquedo e dê-lhe pouco antes dos foguetes
• Utilize brinquedos recheados com comida e dê-lhe pouco tempo antes
• Não leve o cão a fazer necessidades enquanto durar o fogo-de-artifício. Antecipe o passeio para que o cão não faça necessidades devido ao medo.
• Alimente o cão uma hora antes do fogo-de-artifício começar, para que esteja com sono na altura de soltar os foguetes.
• Nunca leve o cão a um espectáculo de fogo-de-artifício

http://arcadenoe.sapo.pt/article.php?id=414

Sobre acheicaesegatos

Ajudar os animais achados e perdidos no grande Recife / PE Divulgar informações em defesa dos animais.
Image | Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s